Voluntárias confeccionam placas térmicas para revestir casas em Gramado e Canela

Voluntárias confeccionam placas térmicas para revestir casas em Gramado e Canela

Ação é inspirada no projeto Brasil sem Frestas, integrantes do grupo arrecadam caixas de leite, montam placas térmicas e entregam para revestir casas de pessoas em vulnerabilidade social

Desde o início da pandemia do novo coronavírus muitos postos de emprego se fecharam e, consequentemente, muitas famílias perderam renda e, também, oportunidades de novas ocupações. Aliado à dificuldade de trabalho também vem o inverno, período em que famílias em vulnerabilidade social sofrem com as baixas temperaturas por conta dos locais onde residem. Com o intuito de dar mais condições de conforto para essas famílias, voluntárias de Gramado e Canela se inspiraram no projeto Brasil sem Frestas, idealizado em Passo Fundo e que já tomou proporção no País.

Desde abril, o grupo com cerca de 50 integrantes arrecada embalagens Tetra Pak higienizadas (caixas de leite e suco) e, cada um na sua casa, une as caixas formando uma placa com efeito isolante térmico. Ao serem aplicadas em paredes de residências com frestas, as placas bloqueiam o frio, o vento e a entrada de insetos. “Com esse revestimento, muda cerca de 8 graus a temperatura no ambiente, além disso é fácil para limpar e dá um conforto para as famílias”, frisa a voluntária Francesca Roldo.

De acordo com Francesca, o grupo já beneficiou 20 casas em Gramado e Canela e existem mais 11 em andamento. Nesse período de distanciamento social, o revestimento das paredes com as placas está sendo feito pelo próprio beneficiário. “Combinamos um local para a entrega do material e explicamos sobre a colocação ao morador por meio de vídeo e pelas redes sociais. O ideal seria a gente ir colocar, mas nesse momento todo o cuidado é necessário”, aponta a gramadense.

Por que embalagenstetra pak?

Seis caixas de leite, unidas, formam uma placa térmica. Para sua aplicação nas paredes, cerca de 20 pregos são necessários. Em uma casa, segundo Francesca, são necessárias 200 placas. O material das caixas é composto por papel-cartão, que dá sustentação; polietileno, que protege contra a umidade externa; e folha de alumínio que protege contra a luz. Além disso, na natureza ela leva mais de 200 anos para se decompor.

Você pode ajudar doando materiais necessários para aplicação

Para seguir contribuindo com famílias em vulnerabilidade social de Gramado e Canela, o grupo pede apoio da comunidade na doação de materiais necessários para a confecção das placas e finalização do trabalho nas casas. Francesca sugere que as pessoas sigam guardando caixinhas em suas casas já higienizadas e abertas. “De momento temos esse material para uns dois meses de trabalho, mas, com certeza, vamos precisar de mais. Por isso, a comunidade guardando elas limpas e já abertas nas suas casas, ocupa menos espaço e já auxilia com o projeto. Quando reativarmos a coleta iremos avisar”, reforça.
Nesse momento o grupo precisa da doação dos seguintes materiais:

Pregos tamanho 10

Grampos 26/6

Fita silver tape prateada

Lonas

Banners antigos

Precisa desse apoio ouconhece alguém?

Caso você necessite deste apoio para sua casa, ou conhece alguém que precisa dessa ajuda, o grupo está à disposição. Para isso é preciso fazer contato com as voluntárias a partir do Facebook e Instagram: Gramado e Canela sem Frestas – ou pelos números: (54) 9 9183-7089, 9 9175-1698 e 9 9629-1919. É um projeto social e não tem custo.

Fonte: Jornal de Gramado

Veja também

Gramado terá um W Hotel, marca de luxo da Marriott

Gramado terá um W Hotel, marca de luxo da Marriott

Turismo de Gramado e Gramadotur lançam nova pesquisa

Turismo de Gramado e Gramadotur lançam nova pesquisa

Parque da Turma da Mônica em Gramado começa a ganhar forma e contará com mais de 30 atrações

Parque da Turma da Mônica em Gramado começa a ganhar forma e contará com mais de 30 atrações

Tecnologia para evitar aglomerações será a novidade em Gramado

Tecnologia para evitar aglomerações será a novidade em Gramado

No Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *